Translate

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

LULA E FILHO SÃO DENUNCIADOS POR LAVAGEM E ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA


A Procuradoria da República do Distrito Federal (PRDF) apresentou nova denúncia no âmbito da operação Zelotes contra o ex-presidente Lula (PT) e seu filho Luís Cláudio pela venda de Medidas Provisórias a grupos empresariais. Lula, o filho e o casal Mauro Marcondes e Cristina Mautoni são acusados pelos crimes de tráfico de influência, lavagem de dinheiro e organização criminosa.
     De acordo com a PRDF, a ação penal engloba a preferência dada à sueca SAAB para compra dos 36 novos caças de combate suecos da empressa SAAB e a aprovação da MP 627, onde o relator, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), prorrogou incentivos fiscais para as montadoras MMC e Caoa (Hyundai) até 2020.
     O documento de 154 páginas detalha a atuação de cada um dos denunciados e revela que a promessa de interferência feita pelo ex-presidente petista renderia R$ 4,3 milhões ao filho por meio de pagamentos feito a sua empresa.
     Ao todo, os procuradores identificaram nove pagamentos à LFT, empresa de Luiz Cláudio, totalizando R$ 2,5 milhões. O valor original não foi atingido devido à deflagração da operação Zelotes.
Compra dos caças
     Sobre os caças, a ação do MPF explica o longo processo de oito anos para escolher o fornecedor com edital lançado em 2006. O caça francês Rafale chegou a ser anunciado por Lula em 2009 como o vencedor do edital da maior compra militar da América Latina, mas o governo recuou.
     Entre 2011 e 2012, o americano Super Hornet passou a ser o preferido da então presidente Dilma, mas repentinamente a negociação andou para trás e Dilma fechou contrato com a sueca SAAB para comprar os Gripen.
     As idas e vindas muito mal explicadas levaram o representante da SAAB, Bengt Janér, a "jogar a toalha", como disse ao MPF

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.