Translate

quarta-feira, 28 de junho de 2017

Não, o avião da cocaína não tem nada a ver com a fazenda do ministro

PF diz que GPS da aeronave apontou a decolagem na Bolívia, não no Mato Grosso, onde fica a fazenda administrada pela família do ministro Blairo Maggi.
Preso, o piloto disse que apresentou um plano de voo falso para a FAB. O avião com 634 quilos de cocaína que foi interceptado por um caça da Força Aérea Brasileira (FAB) saiu da Bolívia e não da fazenda ligada à família do ministro da Agricultura, Blairo Maggi. A Polícia Federal (PF) de Goiás informou ao BuzzFeed Brasil que esses dados foram registrados pelo GPS da aeronave.
Na noite desta segunda (26), a PF prendeu o piloto do bimotor, Apoena Índio do Brasil, e o copiloto, Fabiano Júnior da Silva. Em depoimento, Apoena disse para a polícia que apresentou um plano de voo falso ao ser abordado pelo piloto do caça.
No domingo, a Força Aérea divulgou que o avião havia decolado da Fazenda Itamarati Norte, no Mato Grosso. A fazenda foi arrendada pela família do ministro. O ministro reclamou hoje que a FAB foi precipitada e não teve sensibilidade para divulgar o assunto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário