Translate

terça-feira, 2 de maio de 2017

A verdade que seja dita!


Um dos grandes comandantes e gestores da Policia Militar de Minas Gerais. coronel Marco Antônio Badaró Bianchini, que honrosamente ocupou o cargo de Comandante Geral da Polícia Militar de Minas Gerais, vem sofrendo ataques gratuitos, mas o povo mineiro, especialmente a família militar mineira, deve conhecer a verdade.

O Coronel Bianchini liderou uma mobilização que barrou a reforma da Previdência dos Militares, a qual seria perversa para toda a classe dos militares; conseguiu igualmente barrar a PEC 257 que acabava com férias prêmios e tirava outros direitos não só para classe militar bem como para todo o funcionalismo público.

Foi o Comandante Geral, Coronel Bianchini, que nunca deixou de ouvir sua tropa, levando os pleitos dos praças e oficiais ao Conselho Nacional dos Comandantes Gerais.

Defensor ferrenho e visionário da entrada única nas Polícias Militares, com isso possibilitando aos seus integrantes oportunidade mais justas de acesso na carreira

O Ex comandante da PMMG realizou um excelente trabalho e teve sua gestão a frente da corporação tida como uma das melhores dos últimos tempos, eis que sua gestão foi marcada com conquistas que devem ser lembradas, criando em dois anos seis unidades do Colégio Tiradentes, instituição de ensino referência no Estado. Esta ação beneficiou de forma imediata inúmeras famílias de policias militares e bombeiros militares que puderam proporcionar às suas famílias, seus filhos, um ensino de reconhecida qualidade

Não se pode deixar de lembrar o grande esforço do coronel Bianchini mesmo diante da grave crise pela qual o Estado atravessa. Em seu comando conseguiu, graças a sua valorosa gestão o processo seletivo de milhares de soldados, mostrando seu compromisso e preocupação com o povo mineiro, e ainda conseguiu chamar todos excedentes de concursos anteriores, beneficiando diretamente inúmeros militares.

E de conhecimento da tropa militar mineira o grande esforço do coronel Bianchini em salvar o Hospital da Policia Militar de Minas Gerais, centro de saúde referência no Estado para diversos tratamentos, hospital que acumulava divida orçada em quase R$ 97 milhões. quando o coronel conseguiu após muito esforço junto à secretaria de Planejamento e Fazenda quitar as dividas e manter em funcionamento a unidade hospitalar, garantindo à família militar o atendimento e respeito que merece.  

Conseguiu um feito considerado impossível devido à crise financeira que se abatia no Estado e no País, qual seja, a retornada da terceirização da frota da Policia Militar, possibilitando ao policial veículos melhores, seguros, e mais modernos.

O Coronel Bianchini lutou bravamente defendendo com unhas e dentes o IPSM, uma conquista que se manteve preservada.

O Coronel tem o reconhecimento da tropa e dos praças, principalmente aqueles que foram beneficiados como a turma de cabos que teve a antecipação de um ano para a realização do CEFS que se tornou realidade graças ao processo que se iniciou em seu comando

Coronel Bianchini incomoda alguns, talvez por seu carisma na tropa, desde os praça aos oficiais; sua simplicidade, modo sério e inovador expostos de maneira absoluta quando esteve à frente do comando da gloriosa Polícia Militar de Minas Gerais. A verdade que seja dita.
Informe

Nenhum comentário:

Postar um comentário