Translate

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

TRÊS CORAÇÕES: ARMA APREENDIDA PELA PM E SOB GUARDA DA POLÍCIA CIVIL É ENCONTRADA EM CASA DE SUPOSTO TRAFICANTE

Foto ilustração

Este Blog do jornal Folha do Sul (Três Corações, Varginha e região) noticiou no sábado (14/1) o assassinato a tiros de Sebastião Halfeld, 49 anos, que ficou à frente de seu filho e recebeu o tiro mortal disparado por uma pessoa não identificada; tudo indicando acerto de contas do tráfico.

Ainda no mesmo dia 14, uma equipe da Polícia Militar foi chamada para atender ocorrência noticiando que os ocupantes de um Chevette foram vistos efetuando disparos com arma de fogo no Bairro Vista Alegre, e depois informados que ocupantes daquele carro haviam provocado duas batidas de trânsito com o carro sendo abandonado no Bairro Boa Ventura. Rastreando, os policias encontraram o proprietário e reconheceram Miguel de tal, como atuante no tráfico de drogas na cidade. No entanto a história contada pelo Miguel estava confusa (que o carro teria sido roubado), e conversando os policiais conseguiram entrar na casa e ali acharam maconha, balança de precisão, dinheiro, munições de vários calibres e uma espingarda calibre 12 série 59401 marca Boito. Ali naquela casa mora também Udson de Tal. Também na casa estava a namorada de Miguel que ao final afirmou que seu namorado esteve no Bairro Vila Jessé e teria sido coagido a emprestar o carro para amigos com o intuito de disparo de arma de fogo contra desafetos no Bairro Monte Alegre. Foi citado o nome de três pessoas.

A Polícia Militar acredita no envolvimento direto ou indireto dos presos no homicídio noticiado por este Blog, e continua na busca de suspeitos para elucidação do crime.

Bem, até ai todo o relato do BO REDS 001051248-001 / 80225471 em nada difere de outros tantos que são feitos pela Polícia Militar. Mas, um fato chamou a atenção dos militares, qual seja: a arma encontrada na casa dos autores, a espingarda calibre 12. O fato preocupante é que esta espingarda foi apreendida há dois anos (5/2/2015) pela Polícia Militar Ambiental em um sítio no Jardim Japão, em Três Corações, por registro vencido da arma. Os policiais militares, sob documento, entregaram a arma na Delegacia Regional de Polícia de Três Corações que deveria manter sob depósito até decisão judicial, inclusive para sua destruição, sendo o caso, e daquela delegacia em hipótese alguma deveria ter saído, e muito menos encontrada na residência de suposto traficante, mas foi.

Fontes da Polícia Militar confidenciaram que em outra operação no município de Cambuquira a Polícia Ambiental apreendeu cerca de 18 armas de fogo de variadas espécies e todas foram entregues, mediante documento, na delegacia da Polícia Civil daquela cidade, subordinada a Regional de Três Corações. Essa mesma fonte garante que essas armas também desapareceram. Diz que uma sindicância foi aberta para investigar (há um B.O sobre a apreensão dessas armas) mas nada nunca foi divulgado.

A julgar pela apreensão da arma na casa de suposto traficante a população está exposta até a crimes de morte, assassinato, porque tudo indica que há em curso um comércio ilegal de armas patrocinado por quem deve nos defender, proteger, e que deve ser coibido energicamente.

Com a palavra o Ministério Público e a Corregedoria Geral da Polícia Civil de Minas Gerais

Um comentário:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.